Feeds:
Artigos
Comentários

Try JibJab Sendables® eCards today!

Try JibJab Sendables® eCards today!

É que nem vou comentar isto!!!!

Meus caros lageanos a minha alma está parva!!!!! Vejam o q encontrei num site de chippendales, que não é mais do que um grupo de homens muito másculos que andam de cidade em cidade a mostrar os seus dotes no que diz respeito a danças eróticas… Acho que não vale a pena dizer mais nada!!! Comentem por favor 😛

Try JibJab Sendables® eCards today!

Ela está ai pessoal!!!

Caros Lageanos,

Tendo em conta que a 110ª Queima das Fitas de Coimbra está ai a chegar, nada melhor do que informar a quem esteja menos informado, qual o menu com que esta comissão organizadora nos decidiu premiar. Assim sendo, tomai lá:

Cartaz das Bandas

Bom ou mau, isso já depende de gostos e sensibilidades…mas para mim está um pouco aquém das minhas expectativas. O que interessa é que o pessoal se divirta e conviva!!!

Aproveito para adicionar informação acerca dos preços que irão ser exercidos.

Preços Bilhetes Gerais

PREÇO BILHETES PONTUAIS — NOITES DO PARQUE

1-SEXTA
ESTUDANTE: 9€
ESTUDANTE DE FORA: 12€
NÃO ESTUDANTE: 15€

2-SÁBADO
ESTUDANTE: 10€
ESTUDANTE DE FORA: 13€
NÃO ESTUDANTE: 16€

3-DOMINGO
ESTUDANTE: 6€
ESTUDANTE DE FORA: 8€
NÃO ESTUDANTE: 12€

4-SEGUNDA
ESTUDANTE: 8€
ESTUDANTE DE FORA: 11€
NÃO ESTUDANTE: 14€

5-TERÇA
ESTUDANTE: 9€
ESTUDANTE DE FORA: 12€
NÃO ESTUDANTE: 15€

6-QUARTA
ESTUDANTE: 8€
ESTUDANTE DE FORA: 12€
NÃO ESTUDANTE: 15€

7-QUINTA
ESTUDANTE: 9€
ESTUDANTE DE FORA: 12€
NÃO ESTUDANTE: 15€

8-SEXTA
ESTUDANTE: 10€
ESTUDANTE DE FORA: 13€
NÃO ESTUDANTE: 16€

9-SÁBADO
ESTUDANTE: 10€
ESTUDANTE DE FORA: 13€
NÃO ESTUDANTE: 16€

Assim sendo, acho que está tudo explicitado!! Aproximam-se tempos de vendavais e tempestades de malte e afins, mas penso que somos todos capazes de os suportar (excepto o farturas que com 2 finos mais meio cai de cú). Boa sorte a todos e RAMADA GERAL!!!!

Meus amigos lageanos, aqui vos deixo um artigo do Diário de Coimbra proposto pelo excelentíssimo Paulo Inês (a.k.a* Deus das Lages e Universo).

Con­se­lho de Vete­ra­nos lamen­ta que quem cri­ti­cou não tives­se dado suges­tões mas mes­mo assim alte­rou a data de alguns even­tos que cor­re­ram menos bem em 2008. Serenata volta a ser a um dia de semana

“110 anos de Queima das Fitas. 110 dias de Queima das Fitas”. Este será o mote para a Queima deste ano cujo formato volta a sofrer algumas alterações e que já está disponível no sítio da queima de 2009 (http://2009.quei­madas­fitas.org/ ).
Depois de mudanças algo ra­dicais no ano passado, o Con­selho de Veteranos analisou os eventos, um a um, e voltou a pro­ceder a alguns ajustes. Ou se­ja, a serenata monumental que marca o início da semana de festa volta a realizar-se à quinta–feira (o ano passado foi à sexta). «Eu próprio não gostei de al­gumas coisas na serenata do ano passado. Estavam muitos não estudantes. Estava muita gente», assume João Luís Jesus, Dux Veteranorum, lamentando ao mesmo tempo que os críticos do ano passado não tenham par­ticipado no período de de­bate aberto na Academia. «Nin­guém se pro­nunciou», frisou o Dux, re­lativamente a um período de meio ano em que o Conselho de Ve­teranos aguar­dou pelas crí­ti­cas e comentários da Aca­demia.
Além da serenata, que foi o evento que mais críticas mere­ceu, o Conselho de Veteranos, na reunião de 19 de Janeiro, alterou ainda a data do Sarau Acadé­mi­co (volta a ser à sexta-feira), bem como do Baile de Gala (regressa à noite de sábado).
Em termos de noites do parque, háverá menos uma do que no ano passado. Ou seja, o ano passado a primeira noite decorreu de sexta-feira para sábado (a seguir à serenata) e a última de sábado para domingo. Ou seja, foram nove noites de festa no Queimódromo.
Agora, com o recuo para a quinta-feira (o Parque só co­meça na sexta), a semana da maior festa académica do país volta a ter oito noites, termi­nando de sexta para sábado. Uma mudança que força a alteração noutro evento. Na versão 2008, a Garraiada rea­lizou-se no último sábado. Ago­ra, vai realizar-se na quinta-feira. Quanto ao cortejo, man­tém-se a sua realização ao do­mingo já que essa alteração foi considerada muito vantajosa pela organiza­ção do ano passado.
Oficialmente, explicou-nos o Dux, a Queima das Fitas co­meça a 10 de Março e termina a 27 de Junho de modo a per­fazer 110 dias de festa, para assinalar os 110 anos de Queima das Fitas que se assinalam este ano. A se­mana de festa, essa, decorre entre 1 e 8 de Maio, mas nos res­tantes dias há um leque variado de iniciativas culturais e des­portivas, a cargo da secções da Associação Académica de Coimbra.

Calendário

1 de Maio
00H00 Serenata Monumental
22H00 Sarau
22H00 Parque (Noite de Medicina)

2 de Maio
21H00 Baile de Gala
22H00 Parque (Noite de Direito)

3 de Maio
10H00 Queima do Grelo
14H00 Cortejo
22H00 Parque (Noite da FCTUC)

4 de Maio
22H00 Parque (Noite de Letras)

5 de Maio
09H00 Venda da Pasta
17H00 Verbena
22H00 Parque (Noite de Farmácia)

6 de Maio
17H00 Chá das 5
22H00 Chá Dançante
22H00 Parque (Noite de Economia)

7 de Maio
15H00 Garraiada
22H00 Parque (Noite de Psicologia e Ciências da Educação)

8 de Maio
22H00 Parque (Noite de Ciências do Desporto e Educação Física)

By Diário de Coimbra 10/02/2009

Vá lá que alteraram a Serenata, mas o cortejo, na minha modéstia opinião, é um bocado chato ser ao domingo.Porém é capaz de ser melhor para os familiares dos estudantes. Agora o que penso também é que parece que queima não é mais uma festa tradicional dos estudantes, mas sim um negócio (“essa alteração foi considerada muito vantajosa pela organiza­ção do ano passado”).O que vale é que temos os amigos e a cerveja!!!!
Cumprimentos a todos

*a.k.a.=as known as= também conhecido por

Com a extinção formal da Brigada 5 da GNR, que tinha a sua sede em Coimbra, decorrente da entrada em vigor da nova lei orgânica, as instalações da Avenida Dias da Silva passam a ser ocupadas pelo Comando Territorial de Coimbra.
A nova unidade, que será dirigida pelo coronel Vítor Dias Rosa, que toma posse hoje, numa cerimónia interna em Coimbra, integrará o Destacamento de Trânsito de Coimbra, uma vez que foi igualmente extinto o Grupo Regional de Trânsito, e “absorverá” ainda alguns efectivos do extinto Grupo Fiscal de Coimbra.
O coronel Dias Rosa, que já desempenhou funções de comandante do Destacamento de Trânsito de Coimbra, vem de Lisboa, onde cumpriu uma missão na área da segurança da Presidência da República.
O responsável pelo então Grupo Regional de Trânsito (que abrangia a região Centro), tenente-coronel António Santos Cardoso, passou a desempenhar funções de 2.º comandante do Comando Territorial de Coimbra da GNR.
Ao todo, no continente, serão 18 os comandos territoriais da GNR, correspondendo assim ao número de distritos. Há ainda a acrescentar outros dois comandos territoriais na Madeira e Açores.
Com a regulamentação da nova lei orgânica da GNR, os comandantes das extintas brigadas territoriais passarão a desempenhar funções em Lisboa. Foram assim criados três “comandos funcionais”; o Comando Operacional, cujo responsável será o major-general Peixoto Apolónia, que dirigiu nos últimos tempos a Brigada 5 da GNR e que terá a seu cargo a responsabilidade operacional dos comandos distritais; o Comando Administrativo, que abrangerá as áreas da legislação, recursos humanos e finanças, e ainda um Comando de Formação e Doutrina. Com a nova lei, o responsável por um Comando Territorial terá de ter a patente de coronel.
Por sua vez, a Brigada de Trânsito da GNR passa a designar-se Unidade Nacional de Trânsito, com sede em Lisboa. Será «um grupo pequeno, com missões específicas», apurou o Diário de Coimbra.
A Brigada Fiscal da GNR (de que fazia parte o Grupo Fiscal de Coimbra) deu lugar, por seu lado, à Unidade de Controle Costeiro e à Unidade de Acção Fiscal.
A GNR mantém, para já, as instalações do até agora Grupo Fiscal de Coimbra, na Quinta das Canas, nas Lages, uma vez que ainda ali se encontra a funcionar um lar masculino de apoio aos filhos dos militares da instituição. A Quinta das Canas poderá mesmo vir a receber outros serviços da GNR, embora nada esteja definido em concreto.

by Diário de Coimbra, 05/01/2009

Sem se perceber bem porquê, o uso abusivo de álcool da parte dos caloiros das Lages levou a que acontecessem alguns episódios um tanto ou quanto cómicos… Os vídeos abaixo relatam um pouco do que aconteceu ao Mário (que durante toda a noite procurou a cama mais fofa e quente para se deitar) e ao Edgar, este mais conhecido por “Farturazinhazz”, nome que lhe foi dado poir é irmão do sábio Farturas. Diz este sábio que seu irmão “fuma pior que incêndios”, coisa rara entre as pessoas normais mas normal para os lados da madeira.

Parece que as noites de convívio de psicologia são duras por aqui. Todos ficamos susceptíveis aos graves maus tratos a que o caloiro “Farturazinhazz” foi vitima enquanto queria adormecer em cima de um carro… Ele tentou revoltar-se mas algo no seu subconsciente não deixou, pois ele no fundo é uma pessoa boa e pessoas boas não batem nas outras. Podemos também ouvir o seu grito de saudação ao irmão… Penso que seriam saudades, nada mais poderia explicar um grito como aquele.
Quanto ao Mário palavras para quê… Existe algo mais fofo e acolhedor que a paragem de autocarro ou a mesa da sala? Está provado que não. Neste momento todos disputamos cá em casa para dormir na mesa da sala, um sítio fofo e limpo que o senhor Celorico faz questão de limpar com a vassoura diariamente.